fbpx
4 escritores brasileiros e suas obras para você conhecer | Blog Unigran Net

Tantos escritores nacionais marcaram nossa infância. Afinal, quem nunca ouviu falar do Sítio do Pica-pau Amarelo de Monteiro Lobato ou não leu os famosos gibis da Turma da Mônica de Maurício de Sousa? 

Mas, com os anos, novos nomes da escrita surgem e com eles novas obras de diferentes gêneros! Acompanhe o artigo e conheça 4 escritores brasileiros e suas obras.

Raphael Montes:

(Fonte da Imagem: Amazon).

Sabe aquelas histórias de suspense que te deixam mais curioso a cada capítulo? Pois é! Assim são os livros de Raphael Montes, quase impossível ler apenas um ou dois capítulos por vez.

Você devora o livro enquanto cria mil teorias de como será o final, mas ainda assim ele te surpreende com um fechamento inesperado. 

Raphael Montes é um escritor e roteirista de ficção policial e suspense, intitulado como um dos mais brilhantes ficcionistas atuais.

Se você é um fã desse gênero já deve ter ouvido falar na série “Bom dia, Verônica” da Netflix, cuja história é baseada em um livro de seus livros em colaboração com a criminóloga e escritora, Ilana Casoy,

Suas obras contam com narrativas intensas e surpreendentes, personagens complexos e diálogos afiados. Dentre os livros e contos publicados está “Dias Perfeitos”. 

Dias Perfeitos é um romance best-seller de terror e suspense. A história conta sobre um amor obsessivo cujo Téo, o protagonista, vive. O personagem tem fortes traços de psicopatia e os mesmos são descritos no livro onde cada capítulo passa a ser uma nova descoberta. 

(Fonte da Imagem: Espaço Cultural Livraria e Papelaria).

Raphael Draccon:

Raphael Draccon é o pseudônimo usado por Rafael Albuquerque Pereira. Escritor e roteirista de terror e ficção, teve duas obras que se tornaram séries na Netflix: O Escolhido e Cidade Invisível. 

Em meio a tantos trabalhos incríveis e que encantam os leitores, destaca-se sua série literária de fantasia “Dragões de Éter”.

Esse universo fantástico permite que os leitores visitem contos de fadas, naveguem em navios piratas e entenda a magia das fadas.

Nele, nobres aprendem com plebeus, Rainhas conquistam seu R maiúsculo e o bardo envolve o leitor para que ele próprio participe dos eventos do livro. 

Essa é a característica mais presente no livro: o leitor se torna um semideus.

Ah, se você gosta de As Crônicas do Gelo e do Fogo agradeça à ele. Draccon foi um dos responsáveis por indicar George R. R. Martin para o grupo Leya.

Luisa Geisler:

Luisa Dalla Valle Geisler é uma escritora, tradutora e mestre em processo criativo pela National University of Ireland. No auge de seus 19 anos, ela já tinha um livro publicado e chegou a vencer o Prêmio Sesc de Literatura e, atualmente, ocupa uma  importante posição como escritora jovem no Brasil. 

(Fonte da Imagem: Amazon).

Uma das obras de Luisa é “Luzes de Emergência se Acenderão automaticamente”, um  romance de ficção literária. Sabe quando há dúvida sobre qual caminho seguir e tudo parece escuro? Bom, isso mudaria se, assim como o livro, luzes de emergência acendessem automaticamente nessas situações. 

A maior parte do livro é narrada por Henrique, através de cartas que ele escreveu ao melhor amigo, Gabriel, que está em coma por conta de um acidente doméstico. 

Os personagens são de fácil identificação, isso porque eles levam uma vida normal como qualquer pessoa que você pode conhecer ou até mesmo ser. Estudam, trabalham, namoram e tentam se divertir às vezes. 

Mas Henrique está lidando com todo o medo de perder o amigo que está em coma e escreve tudo isso a fim de se aliviar e, claro, mantê-lo atualizado sobre os acontecimentos de sua vida. 

Aline Bei:

(Fonte da Imagem: Kobo).

Aline Bei é uma escritora brasileira que escreveu seu primeiro romance em 2017. Com seu livro, ela foi a vencedora do Prêmio São Paulo de Literatura de 2018 na categoria Melhor Romance de Autor com Menos de 40 anos.

A obra foi intitulada como “O peso do pássaro morto”, uma referência às primeiras perdas da vida da protagonista. Afinal, lidar com elas não é nada fácil, não é?

O livro conta a história dos 8 aos 52 anos da protagonista e, apesar de ser uma escrita para jovens adultos, a história é considerada como leitura fundamental para quem lida com crianças e adolescentes a fim de entender suas perspectivas acerca de suas primeiras perdas. 

O romance aborda temas diversos e que se manifestam durante o todo processo de crescimento e amadurecimento humano. Infância, parentalidade, vínculos afetivos, saúde emocional, abuso, falta de afeto, sexualidade. Tudo!


Ler bons livros é sempre muito importante para ampliar o vocabulário, fortalecer a memória, estimular a criatividade e pode até servir como aquele escape momentâneo dos dias turbulentos. 

Leia também: Os benefícios que a leitura traz para sua carreira. 


Postagens Relacionadas