fbpx
Os 11 tipos de arte e seus significados | Blog Unigran Net

Há aqueles que amam apreciar a arte em suas diversas formas. E os que usam a arte como refúgio para expressar o que sente ou quais são as suas percepções do mundo. Mas mesmo nas diferentes situações, uma coisa é certa, ela é uma das formas mais lindas de comunicação. 

A arte pode acontecer por meio da linguagem, dança, fotografia e muitos outros meios. Acompanhe o artigo para conhecer os 11 tipos de arte e seus significados!

Música:

Sabe aquela música que você escuta e parece que transmite tudo o que você está sentindo? Ou quando você ama tanto a música que transforma em lindas melodias o que tem tirado o seu sono? 

(Fonte da Imagem: GOU Criativa).

Pois é! A música é a arte dos sons, instrumentos e vozes. É uma das expressões de arte mais antigas e é formada por uma combinação de:

  • Harmonia: a mistura de sons e acordes;
  • Ritmo: determina a velocidade da canção;
  • Melodia: é formada por um conjunto de sons ou vozes.

Os estilos musicais são diversos: samba, rock, bossa nova, reggae, pop, blues, eletrônico, sertanejo e forró são alguns exemplos.

Dança:

Seja aquela apresentação de ballet emocionante ou uma dança mais agitada como o frevo. A dança, existente desde a antiguidade, é realizada através de movimentos corporais, dentro de um ritmo.

Ela pode ser feita solo, em duplas ou grupos e, na maioria das vezes, é acompanhada por música. 

Essa é uma das manifestações artísticas mais saudáveis, isso porque ela favorece a criatividade, melhora a coordenação motora, auxilia na vitalidade corporal e psicológica. 

E uma das coisas mais legais é que, tal como a música, os diferentes tipos de dança são capazes de representar a cultura e a identidade de um determinado grupo ou região. 

Como exemplos de grandes dançarinos brasileiros, temos: Ana Botafogo, Carlinhos de Jesus e Ivaldo Bertazzo.

Pintura: 

Na escola, sem dúvidas, você teve contato com a pintura nas aulas de arte. Seja brincando de pintar as mãos e pressionar no papel em branco ou em trabalhos mais elaborados com pincéis. 

A pintura é, portanto, um dos tipos de arte que fala muito sobre os tempos antigos e por isso sua presença nas escolas era tão marcante. Há indícios de sua existência desde o princípio das civilizações, possibilitando que o homem conheça melhor a história de seu próprio povo.

No Brasil, a pintura por muito tempo seguiu as tendências europeias e alguns pintores responsáveis por uma maior valorização de temas genuinamente brasileiros são: Tarsila do Amaral, Portinari, Di Cavalcanti, Caribé, entre outros.

Leia também: Menina com balão: O quadro que se autodestruiu.

Escultura:

As esculturas são construídas a partir da manipulação de diferentes materiais, sendo eles mármore, granito, bronze e até mesmo a madeira. 

É fácil lembrar das Grécia Antiga e do Império Romano quando se fala sobre elas. Isso porque elas são muito relevantes e até hoje tem grande visibilidade em vários museus ao redor do mundo. 

Alguns escultores conhecidos por suas obras são: Michelangelo, Auguste Rodin, Camille Claudel, Marcel Duchamp, Louise Bourgeois, Tomie Ohtake, Fernando Botero, Anish Kapoor, Jeff Koons, Patricia Piccinini, Mark Newman e os brasileiros Aleijadinho, Abelardo da Hora e Francisco Brennand.

Leia mais sobre esculturas: Qual a história das esculturas gregas?

Teatro:

Nos séculos XVI e XVII, o dramaturgo inglês William Shakespeare (1564-1616) mostrou o grande poder do teatro bem feito! Afinal, quem não se lembra dos famosos Romeu e Julieta? 

(Fonte da Imagem: Aventuras na História).

O Teatro é outra manifestação artística, mas que, nesse caso, os artistas devem dar vida a personagens diversos como heróis, vilões ou jovens apaixonados, para contar histórias que podem ser fictícias ou reais. 

Dentro desse conceito, as representações são, normalmente, acompanhadas de cenários, sonorização, música e até mesmo interação com o público, em algumas ocasiões.

Uma peça teatral pode ser de diversos gêneros: drama, comédia, tragédia, histórica ou musical. Também pode ser apresentada em grupo ou por um único ator (monólogo).

Literatura:

A literatura é um tipo de arte que se expressa por meio de palavras escritas e é uma das artes mais exploradas em vestibulares e até no ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio).

Assim como as demais manifestações de arte, a literatura também tem seus diversos tipos, por exemplo, drama, ficção, crônicas, poesias, histórias e outros. E, os mesmos podem pertencer a três gêneros, sendo eles: narrativo, dramático e lírico.

Claro que com o decorrer da história, a mudança da sociedade e as interpretações dos escritores acerca disso, passaram a existir então os movimentos literários. Dentre eles: Barroco, as 3 fases do Romantismo, Realismo, Parnasianismo, Simbolismo e Modernismo.

Alguns nomes importantes no cenário literário nacional são: Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meireles, João Cabral de Melo Neto e Clarice Lispector.

Leia também: 5 romances essenciais para a Literatura

Fotografia:

A primeira fotografia da história. (Fonte da Imagem: Adukar).

A palavra “fotografia” tem origem grega e significa escrever com a luz. Essa arte utiliza máquinas para captar imagens por meio de reações obtidas através da iluminação. 

No início de sua invenção, a fotografia não era considerada arte propriamente. Contudo, com o passar dos anos, foi possível notar que ela também possui características e potenciais criativos.

Dessa forma, é possível encontrar diferentes tipos de fotógrafos que são capazes de explorar sua criatividade criando manifestações de diferentes maneiras.

Na fotografia brasileira se destacam Sebastião Salgado, Walter Firmo, Vânia Toledo, Boris Kossoy, Bob Wolfenson e Evandro Teixeira.

Cinema:

Após a invenção da fotografia, o cinema surgiu como um novo tipo de arte. Usava-se então uma sequência de várias fotografias projetadas rapidamente como os movimentos daquela imagem, como um filme. 

Com a evolução da tecnologia, o cinema tornou-se uma das artes mais consumidas e mais caras de se produzir. 

Mas ainda mantendo a sua especialidade que é contar histórias, transmitir sensações e aguçar os sentimentos. Vai me dizer que você nunca se emocionou com um filme ou uma série?

E assim como as demais artes, há cinema para todos os gostos. Drama, comédia, musical, terror, romance, policial e até documentários. 

Como profissionais do cinema brasileiro podemos citar os diretores: Walter Salles, Fernando Meirelles, Hector Babenco, Glauber Rocha e Anna Muylaert. 

Histórias em quadrinhos:

Ao falar de histórias em quadrinhos, as famosas HQs, é fácil lembrar dos heróis, do incrível universo de Star Wars ou das aventuras da Turma da Mônica que rodaram o Brasil e são até hoje a porta de entrada para leitura. 

A história em quadrinhos (HQ) é uma das manifestações de arte contada por desenhos sequenciais de acontecimentos, pensamentos e diálogos entre os personagens.

A primeira publicação aconteceu nos Estados Unidos no fim do século XIX, porém no Brasil, essas histórias começaram a ser publicadas apenas na década de 1930.

Diversos quadrinhos que foram records de vendas acabaram evoluindo para uma das outras manifestações de arte, o cinema. Essa foi uma forma de dar vida a todos aqueles desenhos e personagens. 

Jogos eletrônicos:

Os jogos eletrônicos são programas criados para que as pessoas interajam com objetos de forma virtual. Em sua maioria, o jogador precisa passar pelos desafios e cumprir as metas para ser campeão.

O que você talvez não imaginava é que esses jogos são frutos de experimentações de um trabalho acadêmico da área de ciência da computação. Eles foram apresentados ao público na década 1970 e, após amadurecer a ideia, o lançamento nos EUA aconteceu em 1977.

Desde então, o universo dos games tomou proporções gigantes e atingiu os mais diversos gostos. Assim, é possível jogar jogos de luta, caça, esportes, estratégia e até aqueles enigmas que levam horas para serem desvendados. 

Arte Digital:

Com a popularização dos computadores em 1980, a arte digital ganhou forma como uma expressão artística que mais se beneficia de todas essas inovações da tecnologia. 

Dentro desse mesmo tipo de arte há várias formas de expressão, entre elas: vídeos, animações, ilustrações, desenhos vetoriais, fotografias e edições gráficas. 

São importantes na história da arte digital: Charles Csuri, Andy Warhol, Immo Jalass, Carla Chan e o brasileiro Guto Lacaz.

Viu só? São muitas manifestações de arte capazes de transmitir emoções e proporcionar experiências que podem até nascer na infância, mas são lembradas por toda vida. 

Leia também: Conheça as extraordinárias expressões da Arte brasileira 


Postagens Relacionadas