fbpx
Winston Churchill: o homem por trás do nome | Blog Unigran Net

Sir Winston Leonard Spencer-Churchill (1874 -1965) conhecido apenas como Winston Churchill foi um político e estadista britânico e primeiro-ministro.

É famoso principalmente por sua atuação como primeiro-ministro do Reino Unido durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) ao encarnar a resistência dos Aliados frente ao nazismo.

Mas você sabe como ele chegou a receber inúmeras condecorações por seus trabalhos? 

Veja agora!

O início da sua vida

Vindo de uma família abastada, Winston Churchill teve uma educação rígida em Dublin, Irlanda. Mais tarde, seguiu a carreira militar e os passos de seu progenitor. Seu pai exerceu cargos na política, se destacando como Ministro da Fazenda.

Churchill serviu o exército britânico de 1895 a 1924, se graduando Tenente-Coronel na Academia Militar de Sandhurst.

Filiou-se ao Partido Conservador e exerceu cargos políticos em seu país como Secretário de Estado, Deputado, Chanceler do Tesouro, etc.

Foi Ministro das finanças, do Comércio, da Defesa, das Colônias, das Munições e, finalmente, Primeiro Ministro da Grã-Bretanha. Também atuou na Guerra dos Bôeres na África, na Guerra em Cuba, na Índia e na África do Sul. 

Primeira Guerra Mundial (1914-1915)

Durante a primeira guerra, Churchill serviu como Primeiro Lord do Almirantado e foi o responsável pela modernização da Marinha britânica. Neste período promoveu a troca do uso de carvão pelo óleo a fim de tornar os navios mais eficientes e rápidos.

No entanto, também esteve por trás do desastre da Batalha de Gallipoli onde 200.000 britânicos e seus aliados australianos e neozelandeses perderam a vida devido a um erro estratégico. Devido ao desastre, ele renuncia ao cargo, contudo meses depois se oferece para lutar na França.

Segunda Guerra Mundial (1939-1945)

Na Segunda Guerra Mundial, após o primeiro-ministro Neville Chamberlain ter se demitido depois de os Aliados terem sido forçados a se retirar da Noruega, foi nomeado ao cargo em 1940. 

Sua política de intolerância para com os nazistas, a aliança estratégica com Stalin e o apoio dos americanos fizeram Churchill ser respeitado e admirado em todo mundo.

Winston ainda tinha que manter as esperanças das pessoas em meio a guerra. Por isso, fazia discursos memoráveis que eram acompanhados por toda população, nos quais ele convocava o povo britânico à resistência.

Além disso, na época, investiu em uma aproximação com o então presidente americano Franklin Delano Roosevelt, visando a que os Estados Unidos entrassem definitivamente na guerra. 

Isso porque o Reino Unido dependia diretamente da cooperação americana para resistir aos ataques alemães. Esse laço entre os países foi essencial para o êxito dos aliados.

Winston Churchill foi uma imagem importante para o povo britânico. (Fonte da imagem: Recurso educativo)

Apesar da Inglaterra ter sido duramente bombardeada, Churchill foi ao rádio e fez seu célebre discurso “Nunca nos renderemos”:

“Nós lutaremos até o fim, nós lutaremos na França, nós lutaremos nos mares e oceanos, nós lutaremos com crescente confiança, e crescente força nos ares! Defenderemos nossa ilha, qualquer que seja o custo! Nós lutaremos nas praias, nós lutaremos nas pistas de pouso, nós lutaremos nos campos, e nas ruas, nós lutaremos nas montanhas. Nós nunca nos renderemos!”

Obras

De suas obras destacam-se:

  • A História do Campo de Malakand Force (1898)
  • A Guerra do Rio (1899)
  • De Londres a Ladysmith via Pretoria (1900)
  • A Marcha de Ian Hamilton (1900)
  • Savrola (1900)
  • Lorde Randolph Churchill (1906)
  • A Crise Mundial (1923-1931)
  • A Minha Juventude (1930)
  • Grandes Contemporâneos (1937)
  • A Segunda Guerra Mundial (seis volumes:1948-1954)
  • Uma História dos Povos de Língua Inglesa (1956-1958)

Recebeu o Nobel de Literatura de 1953, por suas memórias em A Segunda Guerra Mundial (seis volumes, também disponível em volume único) e também por seu trabalho literário e jornalístico, anterior aos tempos de primeiro-ministro. 

Ainda nesta ocasião, ele foi saudado como o maior dos britânicos vivos.

Últimos anos 

Logo após a guerra, Churchill perdeu o cargo de primeiro-ministro, mas em 1951 assumiu o mesmo posto novamente. Em 1955 renunciou ao cargo, fazendo um grande discurso intitulado “Jamais Desesperar”, mas permaneceu no Parlamento e manteve-se trabalhando com a escrita. 

Além disso, foi o primeiro a cunhar o termo “cortina de ferro” para ilustrar a separação entre a Europa comunista e a ocidental.

Churchill foi um exímio orador, portanto, ficou muito conhecido por seus discursos nacionalistas que pregavam a paz. Em 1963, como consequência de seu trabalho, foi nomeado cidadão honorário dos Estados Unidos.

Churchill chegou a ser saudado como o maior dos britânicos vivos. (Fonte da Imagem: Bidspirit)

Morte

Churchill morreu em Londres, capital do Reino Unido, em 24 de janeiro de 1965. Seu funeral reuniu líderes de várias gerações que foram prestar sua última homenagem ao estadista que ajudou a Europa na sua hora mais negra.

A população esteve em massa para ver o cortejo fúnebre. Mas até hoje, Churchill é citado como um paradigma de estadista.

O destino de uma nação

A história de Winston Churchill também virou filme. Intitulado como “O destino de uma nação”, está disponível para assistir no YouTube e no Globo Play. 

Durante a narrativa, há uma humanização em relação a Winston para construir laços com os telespectadores. 

Mas, mesmo carregando um toque ficcional, o filme também conta muito sobre a história real de Churchill utilizando então recortes da vida de um homem em meio a uma guerra externa (com outros países) e interna (dentro do seu país e dentro de si).

Clique para assistir ao trailer. 

E aí? Gostou de conhecer um pouco mais sobre a vida de Winston Churchill? Você pode estudar muitas outras personalidades importantes durante a graduação em História na Unigran EAD. 

São 8 semestres com disciplinas como: História da América, Medieval, Antiga e a História do Brasil tanto no período colonial como após sua independência.

Além disso, o aluno terá contato com matérias gerais com objetivo de desenvolver habilidades que o tornarão apto a dar aulas até na Educação Especial. 

No ensino a distância você faz os seus próprios horários e consegue construir a sua carreira na área desejada sem bagunçar sua rotina. Clique aqui para conhecer as formas de ingresso!

Ainda não tem certeza se História é para você? Então venha ler um pouco mais sobre o curso clicando aqui. 


Postagens Relacionadas