fbpx
As 3 fases do Romantismo no Brasil: | Blog Unigran Net

Após a independência do Brasil em 1822, nasceu o Romantismo brasileiro. Essa fase se baseia na garantia de uma identidade nacional que rejeitava a literatura da época colonial e fortalece o movimento anticolonialista. 

Então, são apontadas três gerações românticas. Acompanhe para saber um pouco de cada uma delas!

1ª Geração Romântica: Poesia Indianista:

No Brasil, a primeira fase do romantismo é considerada parte da formação de identidade do país. Isso porque ela chegou nos anos seguintes à independência. 

Durante esse período há então uma exaltação da natureza e valorização da pátria. Protagonizado pelo índio romântico que era descrito como herói da nação. 

No trecho da obra “Iracema” de José de Alencar é possível enxergar então essa descrição muito detalhada e precisa no cenário. Veja: 

“Verdes mares bravios de minha terra natal, onde canta a jandaia nas frondes da carnaúba; Verdes mares que brilhais como líquida esmeralda aos raios do Sol nascente, perlongando as alvas praias ensombradas de coqueiros. Serenai verdes mares, e alisai docemente a vaga impetuosa, para que o barco aventureiro manso resvale à flor das águas.” 

Além dessa conhecida obra, não há como não lembrar de um dos poemas mais famosos de Gonçalves Dias, um dos principais nomes da primeira geração romântica. “Canção do exílio” apresenta a idealização da pátria e inspirou o hino nacional do Brasil.

Canção do exílio

Minha terra tem palmeiras,

Onde canta o sabiá;

As aves, que aqui gorjeiam,

Não gorjeiam como lá.

[…]

(Fonte da Imagem: LiveAuctioneers).

2ª Geração Romântica: Ultrarromantismo:

Essa geração romântica também ficou conhecida como “mal do século”, porque as suas principais características eram o narcisismo, desilusão, melancolia, constante presença de exageros e forte tendência depressiva.

Dessa forma, o cenário já não era mais tão valorizado e, normalmente, tendia a um aspecto noturno que abraçasse a mensagem pessimista dos autores.

Foi justamente essa crise, tendência pessimista, os vícios e prazeres dos escritores que intitula essa fase como “mal do século”. 

A figura feminina é muito presente na segunda geração romântica. Ela é idealizada com altos níveis de perfeição. Por isso, demonstra o sofrimento amoroso e o medo de amar, pois era como se as mulheres fossem inatingíveis perante o olhar poético. 

Álvares de Azevedo, Casimiro de Abreu, Junqueira Freire e Fagundes Varela são os principais expoentes do ultrarromantismo no Brasil. 

Nesse poema de Álvares de Azevedo é possível notar então a visão pessimista característica dessa fase, tal como a insatisfação com o presente em uma grande melancolia. Leia um trecho:

Adeus, meus sonhos!

Adeus, meus sonhos, eu pranteio e morro!

Não levo da existência uma saudade!

E tanta vida que meu peito enchia

Morreu na minha triste mocidade!

Misérrimo! Votei meus pobres dias

À sina doida de um amor sem fruto,

E minh’alma na treva agora dorme

Como um olhar que a morte envolve em luto.

[…]

3ª Geração Romântica: Condoreira:

Por fim, a terceira fase do romantismo no Brasil carrega também o nome de um pássaro a fim de representar a liberdade. 

A liberdade se relaciona então com uma geração mais socialmente engajada e que lutava pela libertação política e social. 

Os principais temas tratados pelos autores dessa geração são o abolicionismo, com ênfase nas questões humanitárias, e o fim da idealização do amor. Além disso há também a construção de um amor platônico substituindo vivências reais. 

Em revolta das desigualdades sociais, Castro Alves tornou-se um dos poetas de maior destaque dessa época por manifestar em sua escrita a escravidão dos negros e toda opressão. Veja um de seus poemas mais famosos:

Navio negreiro

[…]

Senhor Deus dos desgraçados!

Dizei-me vós, Senhor Deus!

Se é loucura…se é verdade

Tanto horror perante os céus?

[…]

É apaixonado pela literatura e nas formas que ela influencia o mundo? Então venha conhecer o curso de Letras da Unigran EAD. 

Aqui você pode transformar a sua paixão em uma carreira! Com ensino a distância você estuda onde e quando quiser em uma plataforma exclusiva da Unigran EAD. 

Conheça os cursos de Letras (Língua Portuguesa) e Letras (Português/Inglês)

Leia também: 5 romances essenciais para a literatura.


Postagens Relacionadas