fbpx
Os impactos das mudanças climáticas na agricultura | Blog Unigran Net

A agricultura é uma atividade extremamente afetada pelos fatores climáticos. Seja pelo excesso de chuva ou muitos dias de calor, o clima pode prejudicar a produção agrícola de muitas maneiras. 

Acompanhe o artigo para saber mais a respeito dos impactos causados por essas mudanças! 

O que são mudanças climáticas?

O clima é definido como um conjunto de condições atmosféricas próprias de uma região. Dessa forma, todo o ecossistema dessa área vai fluir de forma natural quando as chuvas, a temperatura e a umidade funcionam dentro dos padrões normais para a localidade. 

Contudo, quando o clima se modifica, toda a produção tende a ficar comprometida. Seja temperaturas muito altas ou longos períodos de chuva, a plantação acabará sofrendo e isso afetará também os animais e as pessoas que ali habitam. 

Além disso, essas mesmas mudanças de temperatura podem contribuir para a proliferação de insetos, doenças, ervas daninhas e outras pragas nocivas à lavoura.

E como elas influenciam na agricultura?

A grosso modo, o maior efeito das mudanças climáticas é o impacto na produtividade, mas isso se dá pela alteração do cenário de doenças e seu manejo. 

As mudanças climáticas poderão ter efeitos diretos e indiretos tanto sobre o agente infeccioso quanto sobre as plantas hospedeiras e a interação de ambos. 

Dentre os efeitos diretos está a mudança na distribuição geográfica, onde o zoneamento agroclimático da planta será alterado. Os patógenos, organismos que podem produzir doença, e outros microrganismos também serão afetados. 

Dessa forma, algumas regiões serão altamente prejudicadas com novas doenças que surgirão e poderão até migrar para novas áreas. 

No caso de aumento de umidade, as doenças com os oídios são favorecidas. Ela irá  retirar os nutrientes das células deixando-a com um aspecto branco ou acinzentado, além da possibilidade de deixar áreas amareladas ou necróticas nas folhas. 

Outro exemplo é a redução de dias com chuva no verão que pode diminuir a dispersão de diversos patógenos.

Algumas mudanças climáticas e seus efeitos:

Ondas de calor:

Quando as temperaturas diárias passam de 32°C, elas podem vir a ser responsáveis pela queda da produção agrícola. Isso porque elas interferem no desenvolvimento de órgãos vitais da planta.  

Alguns especialistas dizem que por volta de 2050 a produtividade tende a ser muito menor nas culturas agrícolas devido ao excesso de calor. 

Período de estiagem:

Em um período de estiagem, a massa de ar quente e seca se fixa durante um tempo, impedindo a formação da chuva. 

Consequentemente, há uma baixa pluviosidade e perda de umidade no solo, e é necessário se atentar para a necessidade de irrigação mais intensa. 

Chuvas e ventos intensos:

(Fonte da Imagem: Clique F5).

A chuva é sim boa para a agricultura, mas em excesso também pode causar problemas para a mecanização agrícola devido à inundação das áreas cultivadas. 

As inundações dificultam a passagem de máquinas agrícolas na lavoura e ainda podem prejudicar as sementes. Os ventos fortes podem causar o que chamamos de acamamento, quando as plantas arqueiam ou caem, o que pode acontecer com plantações de arroz, trigo, cana-de-açúcar e soja.

Na Graduação de Agronegócios da Unigran EAD você aprende muito mais a respeito dos desafios no campo! 

Nosso objetivo é capacitar profissionais para atuarem, de forma eficaz e com espírito empreendedor, em empresas próprias ou de terceiros, utilizando o raciocínio lógico, crítico e analítico, operando com valores, avaliação, diagnóstico e criatividade frente aos diferentes contextos organizacionais e sociais.

Quer saber mais sobre o curso? Acesse nosso site clicando aqui.

Leia também: O mundo do Agronegócio: Tudo o que você tem que saber.


Postagens Relacionadas