fbpx
Teoria de Vygotsky: Processo social de aprendizagem | Blog Unigran Net

O processo social de aprendizagem carrega muitas teorias de filósofos e profissionais da educação. Lev Vygotsky é um deles! Segundo o teórico, grande parte do desenvolvimento infantil ocorre pelas interações com o ambiente, que determinam o que a criança internaliza. 

Acompanhe o artigo para entender mais sobre o que diz a teoria de Vygotsky. 

O que diz a Teoria de Vygotsky?

Na teoria de Vygotsky as relações entre aprendizagem e desenvolvimento são muito importantes, isso porque Lev Vygotsky defende que o desenvolvimento é promovido através da aprendizagem e é afetada pela interação do meio em que o indivíduo está inserido.

Por isso, essa teoria é muito estudada por profissionais da área da educação, uma vez que a criança internaliza as interações com o ambiente e a partir disso acontece o desenvolvimento. Ou seja, a aprendizagem de fora para dentro

Além disso, a teoria de Vygotsky afirma que todas as crianças nascem com funções psicológicas elementares. Porém, somadas ao aprendizado e às experiências, essas funções se transformam em funções psicológicas superiores e que proporcionam um comportamento consciente e a capacidade de planejamento.

A partir desses conceitos, Lev Vygotsky apresenta outras concepções importantes. A zona de desenvolvimento proximal, por exemplo, é o momento em que o professor faz intervenções para uma aprendizagem satisfatória. E, por fim, a relação entre pensamento e linguagem, que é o meio de aprendizado mediado.

Linguagem e pensamento

Para Vygotsky, a fase da resolução de problemas foi chamada de “linguagem pré-intelectual”. Isso porque, dentro de seus estudos, ele notou que os primatas se comunicavam por meio de expressões faciais, urros e gritos. Por fim, Lev deu a isso o nome de “pensamento pré-verbal”.

Dessa forma, ao comparar isso com as crianças, Lev Vygotsky percebeu que elas passam por um processo semelhante. Por volta dos dois anos de idade, a linguagem pré-intelectual e o pensamento pré-verbal se unem e dão origem à linguagem intelectual e ao pensamento verbal que, antes, eram manifestos com expressões faciais, choros e tentativas de verbalizar as palavras. 

Mediação semiótica

A mediação é o conceito central da teoria de aprendizagem de Vygotsky. Ela, por sua vez, representa a intervenção de um elemento intermediário numa relação. Esses mediadores podem ser instrumentos, objetos criados pelo homem, ou signos, que são fatores psicológicos que auxiliam processos internos.

Com isso, tanto os instrumentos quanto os signos ajudam o homem a agir no mundo. E a partir dos processos mentais elementares ocorre o desenvolvimento mental superior, que usa a mediação semiótica. 

Internalização

Assim, o ambiente tem papel fundamental no desenvolvimento intelectual da criança! Como já dito, o desenvolvimento acontece de fora para dentro. 

As influências sociais, então, em vez de biológicas, são a principal base da teoria de aprendizagem de Vygotsky. 

Um grande exemplo são as crianças que você já viu repetir falas ou comportamentos iguais aos dos pais. Isso ocorre no processo de socialização, já que ao se relacionar, a criança reconstrói as formas culturais, o pensamento, as significações e os usos das palavras.

Quem foi Lev Vygotsky?

(Fonte da Imagem: Amazon).

Lev Vygotsky nasceu em 1896 em Orsha, na Bielo-Rússia, país pertencente à antiga União Soviética. E morreu de tuberculose em 1934 em Moscou. Sua família era judia e uma das mais cultas da cidade, o que permitiu que ele se dedicasse aos estudos. 

Vygotsky era formado em direito e trabalhou como professor e também como pesquisador em áreas como a Psicologia, Filosofia e Pedagogia. 

Formou com outros jovens um grupo que buscava uma nova Psicologia na Rússia Pós-Revolução. Para isso, ele escreveu cerca de duzentos trabalhos científicos, que foram importantes para muitas pesquisas posteriores, já que tratavam de temas como linguagem, educação, deficiência e neuropsicologia.

Na Unigran EAD você encontra Cursos Livres para aprimorar o seu currículo e se aprofundar ainda mais nas áreas de conhecimento da sua profissão! 

“A arte de contar histórias” é um Curso Livre voltado para os estudantes e profissionais de Pedagogia, Letras e Psicologia. 

Com ele você aprende muito mais sobre a Teoria de Vygotsky e muitas outras estratégias para propagar a arte que preserva e transmite os valores culturais de uma comunidade

Você pode saber mais sobre clicando aqui!


Postagens Relacionadas